IMPRENSA ENASE 2020

OPERANDO UMA NOVA MATRIZ

 

Ao falar sobre os desafios para a operação da nova matriz, o diretor de Planejamento do ONS, Alexandre Zucarato, defendeu a criação de mecanismos para garantir equilíbrio de carga para o sistema elétrico brasileiro. Segundo Zucarato, à medida em que aumenta a participação das diversas fontes no sistema, em especial de renováveis intermitentes, mesmo aquelas que surgem de última hora, elas promovem interferências no controle de frequência na operação do sistema. Zucarato apresentou dados sobre o balanço de energia e de potência do sistema e ressaltou a importância de todas as fontes para composição da matriz nacional. O debate, que foi moderado pelo diretor de Estudos de Energia Elétrica, Erik Rego, contou ainda com a participação do presidente da Energia Sustentável do Brasil, Edson Silva, do presidente da Atiaia Energia, Ricardo Cyrino, do presidente da ABAQUE, Carlos Augusto Brandão, do diretor da COGEN, Leonardo Caio, e do presidente da Abran, Yuri Tisi. Em comum, mencionaram a importância do arranjo operacional e regulatório entre todas as fontes considerando as características e atributos de cada uma. 

 

 


Assessoria de Imprensa: DGBB Comunicação & Estratégia

Bernardo Brandão – (61) 98162-6759 [email protected] 
Lara Cristina – (61) 98103-9446 [email protected]